Blog, Lifestyle

Entrevista com Nilson Bernal do Hotel Four Points

Escrito por no dia 30/06/2015

Entrevistei Nilson Bernal, Gerente Geral de um dos melhores hotéis de luxo de Curitiba, o Hotel Four Points by Sheraton.

Bernal nos traz uma visão não só altamente profissional, mas sobretudo muito humana desta atividade fascinante e desafiadora, que é a gestão hoteleira de alto nível.

Vejamos, então, o que tem a nos dizer este grande profissional, reconhecido entre seus pares como uma referência do mercado, não só por suas qualidades de gestor, mas também por sua figura carismática e agregadora.

Esta é mais uma série de matérias aqui na Ponto Pessoal entrevistando os gestores dos principais hotéis da região. Caso você tenha dúvidas e perguntas que gostaria de fazer para eles, envie para meu e-mail (tania@taniacoelho.net) que tentarei buscar a resposta. Boa estadia e leitura!

Bernal

Nilson Bernal – Gestor do Hotel Four Points by Sheraton de Curitiba/PR.

 

1. Quais os desafios apresentados ao gestor hoteleiro pela situação econômica do país?

Nilson Bernal: Os desafios são imensos, desde a falta de pessoas para trabalhar e a atual conjuntura econômica que vem se apresentando cada vez mais difícil, sendo que inúmeras empresas tem reduzido cada vez mais seus eventos, assim como suas viagens em prol de uma instabilidade econômica, cujo esperamos uma melhora para o nosso mercado doméstico, assim como internacional. Comparado com 2014 iniciamos o primeiro semestre com enormes desafios à frente. Devemos nos atentar que não haverá tampouco um grande evento em 2015, assim como ocorreu como a Copa do Mundo, onde para algumas praças, por mais difícil que tenha sido, ainda assim podemos considerá-la com bastante relevância do ponto de vista de receitas para nossos negócios.

 

 

2. Que outros campos podem ser explorados por um gestor da hotelaria?

Nilson Bernal: O profissional hoteleiro tem que pensar de forma macro e apostar em todas as possibilidades. Na minha opinião é muito simples. Entregue aquilo que seu hóspede está comprando durante 24 horas, sendo 365 dias no ano, e ele será seu principal formador de demanda para futuros negócios. Cada cliente é uma única oportunidade. Não podemos errar, não temos uma segunda chance. Ou você é o melhor naquilo que se propôs a fazer ou o mercado irá te engolir e você apenas fará parte de uma estatísticas de prestação de serviços medíocre.

 

3. Existe uma preocupação na hotelaria com o atendimento direcionado para os segmentos diferenciados, tais como: geração millenium, 3ª idade e pessoas com deficiência?

Nilson Bernal: Todas as gerações são fundamentais e essenciais, cada qual com suas particularidades. Lembro que estas gerações são pessoas os quais merecem respeito, atenção e compromisso. O segmento de prestação de serviços deve-se preparar para atender tal demanda, o qual exigirá uma percepção bastante acurada do ponto de vista de ter empatia em cada perfil e adequar seu produto, estrutura e serviços para no mínimo ser valorizado a ponto de entregar de fato o que seu cliente está comprando no seu empreendimento. Entregue o que há de melhor, sempre acompanhando as tendências de mercado, sempre pensando no conforto, bem-estar, segurança e qualidade do seu bem maior – seus hóspedes.

 

4. Em relação aos meios de hospedagem e serviços de um hotel, qual a sua opinião sobre as avaliações online?

Nilson Bernal: Antes de realizar uma compra, normalmente buscamos formas de saber quais são os comentários dos clientes em relação a determinado empreendimento. E isso se tornou essencial na busca de hotéis no Mundo, ou seja, avaliações on line se tornaram algo que não podemos mais fazer de conta que não existem mais. Vivemos num mundo on line e não há mais como enganar ou manipular a prestação de serviços. Isso tem quebrado muitas das promessas que não são cumpridas diante das inúmeras empresas, pois prometem algo, que instantaneamente são desmascaradas pelos próprios clientes dentro do seu negócio através das mídias sociais.

 

REVISTA DIGITAL PONTO PESSOAL – A Primeira Revista no país especializada em Comunicação e Marketing Pessoal. Acesse, conheça os 12 temas abordados e assine gratuitamente.

ponto_pessoal_imagens_site_assine_revista3

Assinatura Gratuita em www.pontopessoal.com.br/revista

 

5. Quando é chegado o momento de buscar novos desafios?

Nilson Bernal: Hotelaria sempre é um desafio. Não existe rotina nesta profissão e exige um preço a ser pago, como em qualquer outro segmento. A minha recomendação é que você nunca deve ser arrogante ou prepotente com o mercado e sempre estar aberto a ouvir situações que se apresentem à sua carreira. Enquanto hoteleiro, você não deve ter apego emocional ao prédio, a marca, mas sim valorizar as pessoas que trabalham com você. O que valerá a pena em 5 ou 10 anos, será valorizada do ponto de vista de quantas pessoas você ajudou a se desenvolver nesta profissão. Acredito que não devemos fazer leilão da nossa carreira, mas sim ter em mente do que importa não é apenas o aspecto financeiro e sim o quanto de fato a empresa reconhece a sua trajetória, o seu talento e principalmente a sua contribuição. Fazer com que o profissional se sinta parte do seu negócio. Ter em mente de que amanhã eu poderei ter uma perspectiva melhor no meu crescimento e não ao contrário. Escolha ser hoteleiro e esteja disposto a pagar o preço sem olhar para trás. Busque aprender com os melhores, se espelhe em bons exemplos, aprenda todos os dias e se desenvolva e cresça pela sua competência, pois uma hora você terá que prová-la na sua empresa, no seu hotel.

 

6. Qual sua dica para quem quer seguir a Carreira Hoteleira?

Nilson Bernal: Você que está passando olhos por esta matéria, lendo este artigo e pensando, imaginando em entrar na hotelaria ou já esteja na hotelaria, a primeira coisa que se deve ter em mente é gostar de lidar com gente de todas as formas. Se você não gosta de pessoas é bom parar de ler isso e esquecer de seguir com a hotelaria. A carreira exige que você tenha maturidade para lidar com divergências diariamente e para isso, tenho que ter equilíbrio emocional e jamais levar absolutamente nada para o lado pessoal. Isso aqui é trabalho, um trabalho digno independente da sua função e todos devem ser valorizados cada qual com suas formas e maneiras de seguir com esta brilhante profissão – SER HOTELEIRO!

 

Aproveito para deixar um convite: Mensalmente irei organizar um Tour Gastronômico pelos Hotéis, a começar por Curitiba/PR. Você é meu convidado (a)! Envie-me um e-mail para tania@taniacoelho.net para demais informações como horário, valores e opções de pratos.

Cada mês um restaurante e hospitalidade diferentes. Em julho visitaremos o Radisson Hotel!


SOBRE O COLUNISTA

Mestre em Distúrbios da Comunicação e Especialista em Hotelaria Design e Eventos e Gestão de Mercado do Luxo. Atualmente, desenvolve projetos de personalização dos serviços em hotéis de todo país e também divide seu tempo entre palestras, convenções e pesquisas sobre tendências e inovações neste segmento. Currículo completo em br.linkedin.com/in/taniacoelho

Criado com Area de Membros WP