Blog, Empregabilidade

Empregabilidade e Equilíbrio Emocional

Escrito por no dia 17/09/2014

“Temos de fazer o melhor que pudermos. Essa é a nossa sagrada responsabilidade humana.” Albert Einstein.

O termo empregabilidade começou a ser utilizado na década de 1990, remetendo-se a proteção da carreira de um profissional, e quando José Augusto Minarelli cunhou este termo, logo estabeleceu o que chamou de pilares que garantem a segurança profissional do um indivíduo, quais sejam, adequação profissional, competências, idoneidade, saúde física e mental, reserva financeira e relacionamentos.

Parece-me que a blindagem que o profissional contemporâneo precisa para manter-se a frente no competitivo mercado de trabalho, refere-se a um equilíbrio em várias áreas da vida e por certo que a dose certa das competências emocionais podem orientar a pessoa para uma presença pujante perante os desafios do dia a dia.

Quando se fala em empregabilidade e marketing pessoal, podemos falar de forma e conteúdo, parecer e ser. O profissional deve procurar uma função que o realize, que esteja alinhada com sua missão de vida, que por sua vez é importante guardar conexão com seus valores, e ter paixão pelo que faz, assim estará adequado a sua função.

No que se refere a competência, arrisco a dizer que elas se dividem em duas searas, competência profissional e competência emocional, na primeira, trata-se de formação acadêmica e cursos afins, que determinarão o diferencial técnico de cada individuo, já quando se refere a competência emocional diz respeito ao equilíbrio interno e externo da pessoa, se ela possui habilidade de liderança e influencia sobre os demais, é a utilização inteligente de suas competências emocionais para que elas lhe sirvam de mola propulsora.

Ser um pessoa com princípio éticos e conduta ilibada pode fazer a diferença quanto à sua credibilidade na conquista do emprego, mantença do mesmo e ascensão na carreira. A inteireza do indivíduo diz respeito também a preservação de sua integridade física e mental, por exemplo, equilíbrio na alimentação, exercícios físicos regulares e uma conexão espiritual, independentemente de crença religiosa.

Por fim, para sustentar a empregabilidade e estar a frente do mercado, preserve sua saúde financeira, mantenha uma reserva que possa lhe garantir em tempos de crise e lembre-se que os relacionamentos são a fonte da riqueza, todo sucesso pessoal e profissional ocorre através das pessoas, ande desembraçado entre os comportamentos e seja feliz.

Texto de Sandro Binello

 


SOBRE O COLUNISTA

  • Linkedin
  • Facebook

Envie seu release/matéria para falecom@pontopessoal.com.br para ser analisado por nossa redação. Seus assuntos devem pertencer ao marketing pessoal e nossas editorias, visualizadas em logo abaixo.

Podemos ser impactados em nossa redação ou colocaremos no ar seu texto como PUBLIPOST.

Aguardo seu contato. Muito Obrigado =)

Criado com Area de Membros WP