CorpoFala

O corpo não fala… grita!

Escrito por Adriano Tadeu Barbosa no dia . Postado em Blog, Marketing Pessoal

CorpoFala

Estátua!
Não se mexa!
Observe o seu corpo.
Observe sua postura.
Observe sua expressão.

Todos os detalhes do seu corpo, neste momento, estão se comunicando.
Você está curvado, quase se debruçando sobre o teclado? Ou está ereto, com a cabeça alinhada com a coluna?
Seus olhos estão grandes e abertos ou estão cerrados lendo esta matéria?
Você costuma gesticular bastante durante uma conversa? Faz gestos precisos e grandiosos? Ou até trança os braços nas costas evitando qualquer tipo de manifestação?
Você sorri?

Observe-se!
Todos os nossos gestos são processados visualmente pelos olhos do outro e interpretados pelo cérebro, gerando inconscientemente uma sensação, um sentimento. Ou, como costumo dizer: “não te conheço, mas já imagino quem seja”. É a fotocópia da imagem sendo processada pelo cérebro, causando a famosa “primeira impressão”.

Voltando aos exemplos anteriores:
Sobre sua postura, se curvada, pode ser interpretada como introspecção, falta de autoestima ou sedentarismo. Já ereta: autocontrole, confiança e força.
Os olhos, se grandes e abertos, mostram surpresa, curiosidade e interesse no assunto. Se cerrados, mostram desisteresse e apatia.
Quem gesticula muito: comunicativo, aberto, alegre. Mas se gesticular demais: inconveniente, futil.
Gestos precisos e grandiosos expressam força, determinação e autoconhecimento. Mas em demasia podem expressar possessividade e necessidade de dominar.
Se trançar os braços, discrição e elegância. Se junto com os braços a postura for curvada… indecisão e falta de atitude.

E quanto ao sorriso… ah, o sorriso!
Ele é a forma mais barata de melhorar sua imagem.
Use, mas não abuse.
Sorrisos forçados se transformam em bajulação e perdem a qualidade positiva.

Outros exemplos:
Bolsa no colo = “não estou à vontade”
Braços cruzados = “me oponho ao que ouço”
Aperto de mão firme = “estou aberto para o relacionamento”
Aperto de mão frouxo = “não permito intimidade”
Aperto de mão muito forte = “quero dominar”
Olhar-se a cada autoimagem refletida = “minha imagem está acima de tudo”
Pés mexendo constantemente = “estou tenso, quero fugir daqui”.
Palmas das mãos voltadas para cima = “estou totalmente disponível”.

Se você procura lapidar sua imagem pessoal em busca de um objetivo, seja ele um novo emprego, uma promoção, um novo amor ou quem sabe, autoestima, precisa rever também, além das roupas, maquiagem, cabelo e curriculum, a forma como seu corpo está se comunicando com a sociedade.

Temos que ter consciência de nosso poder de comunicação e buscar usá-lo e percebê-lo a nosso favor.

“Não só falamos a língua portuguesa com a boca, como falamos a língua das imagens com os olhos e a língua corporal, com o corpo” (Audrey Slomp)

Quer saber mais e se sentir cada vez mais conectado(a) com a linguagem do seu corpo? Conheça o Visagismo e o que ele pode lhe proporcionar para comunicar ainda mais o seu melhor. Um formato desenhado especialmente para você.

pontopessoal_site_visagismo_segredo_imagem_pessoal_md

Sucesso pra você!

Trackback from your site.

Adriano Tadeu Barbosa

Especialista, autor, professor, palestrante e apresentador em Marketing Pessoal desde 2006. Supervisor do GBA Internacional Mercado de Luxo do ISAE/FGV em Paris. Criador e supervisor do curso de Empreendedorismo do Centro Europeu em Curitiba de 2013 a 2016. Fundador da Ponto Pessoal em 2010, primeira agência e revista digital no Brasil especializadas em Comunicação e Marketing Pessoal. Currículo completo em br.linkedin.com/in/adrianotadeubarbosa | Contato: adriano@pontopessoal.com.br
Ponto Pessoal 2010-2017