Blog, Lifestyle

Como escolher um fotógrafo newborn?

Escrito por no dia 23/04/2015

O nascimento de um filho muda tudo! Muitas mães mudam até de profissão para poderem se adaptar à esta nova fase. No meu caso a maternidade mudou meu foco na fotografia. Eu já havia deixado a área de Nutrição para ser fotógrafa, mas quando meu filho Ariel nasceu meus olhos e meu coração se voltaram inteiramente para os recém-nascidos. Aquela pureza e fragilidade, alinhadas a total necessidade de carinho, afeto e cuidados me deixaram completamente apaixonada.

A fotografia precisava fazer parte daquele novo conjunto. Foi aí que conheci a fotografia Newborn.

Arquivo Pessoal – Paula Casanova

 

Newborn era um estilo fotográfico praticamente desconhecido no Brasil naquela época, mas muito conhecido nos Estados Unidos, Austrália e Canadá. Neste momento conheci o trabalho de uma fotógrafa que mora na Austrália e acabei fazendo um curso com ela. Desde então, meu filho já se tornou um homenzinho de 6 anos e eu continuo tendo recém-nascidos por perto todos os dias.

Se você é mãe sabe como essas criaturinhas crescem rápido! Sabe, também, que nos damos conta disso quando o crescimento deles já aconteceu. Neste contexto a fotografia permanece como uma âncora das nossas experiências vividas com nossos filhos que nem mesmo eles muitas vezes lembram. Segurar seu filho recém-nascido nos braços e poder registrar essa emoção é um presente, afinal, você sabe que ele caberá nos seus braços daquela forma por muito pouco tempo.

Sendo assim, como escolher um profissional para fotografar seu bebê nesse momento especial?

Você pode começar pelo portfólio do profissional, que pode ser online mesmo. Todo bom fotógrafo tem um site estruturado com informações importantes sobre seu trabalho. Fotografia é uma experiência muito pessoal e o estilo dela, ou seja, a forma como o profissional vê o mundo será determinante na sua escolha. Verificar depoimentos e referências deve ser seu segundo passo. Saber se o profissional é habilidoso com bebês é importante, já que, por cerca de 3 horas seu bebê será posicionado, segurado e acalentado por essa pessoa. É claro que você deve ter total acesso ao seu bebê, pois as necessidades de amamentação, troca de fralda e descanso, devem ser respeitadas, por isso, pergunte quantos bebês o profissional agenda por dia e fuja daqueles que atendem em ritmo de linha de produção.

Arquivo Pessoal – Paula Casanova

 

Bebês não são bonecos e nem sempre reagem da forma esperada. Converse com o fotógrafo para conhecer a experiência profissional e o tipo de formação que ele tem. Um bom profissional deve conhecer os segredos de posicionamento e manejo de bebês, o que vai resultar na questão mais importante de todas, a segurança. Existem imagens circulando pela internet que são composites, ou seja, são montagens. Um recém-nascido não segura sua cabeça sozinho e nunca deve ser pendurado em um galho de árvore, por exemplo. Para se chegar à essa imagem final foram necessárias duas, três imagens e habilidade em Photoshop para que a soma das imagens dê origem àquele lindo resultado. Portanto, não aceite que ninguém coloque seu bebê em risco em nome de uma boa foto.

Fotografia boa é fotografia executada de forma segura!

Lembre-se que nunca é cedo demais para contratar um fotógrafo newborn. A melhor fase para fotografar um recém-nascido é de 5 a 12 dias. Como tudo na vida, planejamento é um facilitador. Após avaliar esses pontos você perceberá que o investimento difere de profissional para profissional e também depende de onde você mora. Apesar do preço ser um fator importante a considerar tente não torna-lo o único fator.

 

pontopessoal_site_imagem_revista_pp2

 

Enfim, essas imagens permanecerão na sua família por gerações. Serão mostradas tantas vezes e a cada vez que você olhar para elas vai se lembrar do cheiro do seu bebê, de suas pequenas mãos e pés e da sua dedicação àquele pequeno ser que mudou sua vida por completo. Muito mais que registros familiares, essas imagens serão refúgios para sua alma, por isso, escolha um profissional que te atenderá com carinho e te ofereça imagens lindas que você não consiga viver sem!

Veja algumas das imagens do meu arquivo pessoal e inspire-se até meu próximo post, aqui na Ponto Pessoal.

Obrigada,


SOBRE O COLUNISTA

Fotógrafa de Famílias e, após o nascimento de seu filho Ariel, se especializou em Recém-nascidos (Newborn) pelo Instituto Internacional de Fotografia de São Paulo. Estudou fotografia no Centro Europeu de Curitiba e em 2006, trocou o consultório de Nutrição pelas lentes. Atualmente fotógrafa de gestantes, bebês, crianças e famílias. Conheça mais em www.paulacasanova.com | (41) 3364.1085

Criado com Area de Membros WP