Bem-Estar, Blog, Lifestyle, Marketing Pessoal, Método Ponto Pessoal

A longevidade e seus impactos no marketing pessoal

Escrito por no dia 25/07/2018

Há alguns meses escrevi um artigo sobre o novo mercado que se abre com o aumento da expectativa de vida no Brasil (The old is a new black – releia aqui). Este assunto desperta muito minha atenção, mesmo porque já cruzei a linha dos cinquenta e vejo que assim como eu, muitas pessoas estão longe de pensar em vestir o pijama e ficar dentro de casa, ao contrário, estamos bastante dispostos e sedentos de oportunidades de trabalho, de consumo e de lazer. Buscamos desenvolver nosso Marketing Pessoal de forma a nos mostrar totalmente dispostos a encarar os desafios e as mudanças que esta nova realidade nos impõe.

Iris Apfel, fonte Google

 

Coincidentemente, poucos meses após escrever o artigo, tive a oportunidade de conhecer e realizar um trabalho de Mentoria em Marketing Pessoal com a Dra. Maísa Moraes: médica com atuação em Medicina Preventiva, Nutrologia e Nefrologia. Aproveitei para esclarecer algumas dúvidas as quais compartilho com vocês neste momento:

Dra. Maisa, como definiria o processo de envelhecimento?

O envelhecimento, assim como poucas outras coisas, são verdades para todos nós.  A força desse processo imprime marcas de experiências nas células, nos tecidos de todo o corpo, e dessa forma também danos, e se inicia assim que abrimos os olhos nesse novo mundo, dando fim ao desenvolvimento no seguro ambiente materno.

Em definição, é considerado um processo sequencial, individual, acumulativo, irreversível, universal, não patológico, de deterioração de um organismo maduro, próprio a todos os membros de uma espécie de maneira que o tempo torne capaz de fazer frente ao estresse do meio ambiente e, portanto, aumente a sua possibilidade de morte.

 

Atualmente se fala muito em longevidade, mas do que se trata este termo?

O termo longevidade normalmente se refere ao adulto e idoso, com uma conotação de vida longa, ou tempo de vida. É um termo que gera medo, uma fobia mal explicada de um processo que deveria ser considerado um privilégio, mas que nem sempre é. A imagem da velhice está ligada com aparecimento de doenças e perda de performance, declínio de capacidades, e disso, claro, temos medo.

Se o envelhecimento é um processo de acúmulo de danos, ao DNA, celulares, aos tecidos e órgãos, fica claro que o caminho que você trilha, suas escolhas, o modo como você define a sua jornada de envelhecimento, vai determinar de que forma e se você viverá a sua longevidade.

Longevos não são deficientes. Ainda que existam muitos longevos com limitações. Envelhecer é um processo biológico com muitas facetas, o idoso irá exibir algumas limitações biológicas, mas mais do que isso, existe uma mudança psicológica e social que muitas vezes pode ser difícil de entender e aceitar. Exige programação, adaptação, compreensão própria e da comunidade profissional que assiste o processo.

– “Se as mudanças são tantas e são inevitáveis, se o meu rosto e o meu corpo vão estampar com clareza esse acúmulo de experiências a ponto de eu quase não me reconhecer, e ainda, mudando também minhas relações sociais e minha capacidade, como não temer?”

Nos últimos anos, o estudo das ciências da Longevidade Humana e suas descobertas, nos deram a chance de uma pergunta. A Longevidade para você será uma Conquista ou um Peso?

Não estamos mais posicionados como seres passivos nesse processo. Temos autonomia de escolhas, temos autonomia de definir que tipo de experiências queremos imprimir no nosso corpo, quais os danos que serão acumulados, como podemos ameniza-los, e como lidar com as deficiências ligadas ao processo de degradação do tempo.

Fonte Google

 

Qual o objetivo da Medicina de Longevidade?

A Medicina de Longevidade tem a visão preventiva dos processos do envelhecimento, e que a idade biológica ou funcional não precisa ser necessariamente a idade cronológica do indivíduo. Temos ao nosso redor pessoas que aparentam ou que se sentem muito mais velhas, ou muito mais jovens. Idosos que tem uma vida mais ativa, e uma capacidade funcional melhor que outros de idade inferior. Temos também jovens desenvolvendo doenças precoces, limitações biológicas que deveriam ser impostas em uma fase muito mais tardia.

Sim, somos diferentes. E temos autonomia sobre grande parte disso.

Quando se conhece o processo, e as mudanças que vão transcorrer dessa evolução, o medo da velhice é substituído pela vontade de construir a longevidade. Podemos e devemos usar esse conhecimento para prolongar nosso tempo de vida saudável.

Descobrir que a performance física, sexual, social, psicológica e emocional podem ser programadas, suplementadas e desenvolvidas de forma que tornem o envelhecimento um processo sequencial de evolução pessoal e não de degradação, acalma o coração e ganhamos uma outra perspectiva sobre essa fase da vida.

Hoje vivemos mais tempo. A expectativa de vida cresce e com ela crescem os problemas decorrentes do envelhecimento mal programado e mal manejado. Os custos a saúde decorrente disso são gritantes, e ainda assim vemos uma população idosa e remediada, sem alegria, sem oportunidades, vivendo as margens das notícias, em uma quase espera para o fim de vida.

Nesse mesmo hoje, vivemos um movimento social sem-idade. Uma postura social que não limita nenhuma idade, e que é sobre manter-se engajado, ativo e relevante; eliminando o termo “apropriado para idade” e no lugar disso celebrando e inspirando quem somos, e o que ainda temos vontade de fazer.

Devemos esperar hoje que na terceira ou quarta idades nos manteremos curiosos, apaixonados, realizadores, que teremos prazer no toque e nas relações, conheceremos novas pessoas e lugares, e mais ainda, preservando a essência de hoje. Essa é a mais nova realidade.

A medicina da longevidade, estuda e suporta esse tipo de atitude, considerando que podemos programar o envelhecimento, melhorar as deficiências metabólicas, hormonais, alterações na balança oxidativa, além disso, otimizar e nutrir a nossa maquina corpo, garantindo que ela acompanhe a nossa vontade de viver, sempre junto e com a melhor performance possível.

 

Agradeço a contribuição da Dra. Maisa e aproveito para convidar a todos a refletir sobre a forma que estamos cuidando do nosso corpo, nossa moradia nesta vida, pois nossa Marca Pessoal também está relacionada à forma como escolhemos atravessar as diversidades e desafios que a vida nos apresenta.

 

Dra Maisa Moraes é médica e atua nas áreas da Medicina Preventiva, Nutrologia e Nefrologia. Ela também foi destaque em um dos programas da TV TOPVIEW, com nosso fundador, Adriano Tadeu Barbosa, que você pode conferir logo mais.

 

Saiba mais sobre nossa Franqueada em Curitiba/PR

O QUE É MARKETING PESSOAL Para @jacquelinecarcereri , nossa especialista e proprietária da unidade em Curitiba/PR, são 5 estratégias: . A começar pelo autoconhecimento, porque sempre será através dele que traremos nosso potencial e diferencial, expressando nossa melhor versão e potencializando nossas habilidades e competências, também com o apoio da consultoria de imagem. Tudo para que possamos viver nosso propósito, essencial para quem quer comunicar no #marketingpessoal os melhores resultados (e continuar buscando-os). . Já viu nossas outras definições? Cada um do nosso time tem trazido um significado sobre o que é o Marketing Pessoal em dias que saber se expor se torna mais estratégico para quem busca mais resultados e destaque nos mercados que escolhem atuar. . Continue a nos acompanhar e receba orientações para o seu marketing pessoal 👉🏻 links em nosso perfil 🥇 . Afinal, trabalhamos com pessoas bem-sucedidas que queriam se maximizar. Você é uma delas 😉 . Presença no 🇧🇷 e 🇵🇹 . #pontopessoal #personalbranding #consultoriadeimagem #brasil #portugal #coaching #curitiba #parana #autoconhecimento #estrategia #posicionamento #marketing #jacquelinecarcereri

A post shared by Marketing Pessoal (@pontopessoal) on

Confira também o depoimento da Dra depois do nosso trabalho na Mentoria em Marketing Pessoal – para saber mais, clique AQUI

Conheça também:

Banner-Adriano-Tadeu-Barbosa-Teste-de-Estilo-960x280

 


SOBRE O COLUNISTA

  • Linkedin
  • Facebook

Palestrante, Especialista em Marketing Pessoal, Consultora de Imagem e Franqueada Paraná na Ponto Pessoal.

Bacharel em Nutrição pela Universidade Federal do Paraná, Especialização em Marketing pela FAE-PR, MBA em Gestão de Negócios pela FGV ISAE-PR, Consultoria de Imagem pelo SENAC PR, Marketing Pessoal na Ponto Pessoal.

Experiência de mais de 20 anos na área Comercial trabalhando em grandes empresas inclusive multinacionais, também atuou como Empreendedora gerindo equipes de trabalho própria e terceirizada e ministrou aulas como professora substituta na PUC-PPR. Atualmente possui Empresa de Serviços onde atua em Consultoria individual, grupos e agenciamento comercial.

Criado com Area de Membros WP